Tendências de Consumo para 2008

09/04/2008

Por Aline Autran*

TRENDSpequeno copy     O poder dos consumidores está cada vez mais consolidado. Eles estão extremamente bem informados, com altas expectativas e desejos. A sociedade consumidora está dominada pela abundância, pela saturação, pelas experiências, pelo mundo virtual, pelo individualismo, por sentimentos de culpa e preocupação com os efeitos secundários do consumo desenfreado. A Trendwatching (www.trendwatching.com), uma das maiores e renomadas empresas de tendências internacionais do mercado, revela em seu último relatório oito tendências de consumo para este ano. Fique por dentro das tendências:

1. Status Sphere

Em 2008 espera-se que mais marcas percebam que antigos símbolos de status já não fazem mais parte do sonho dos consumidores. Eles estão mais maduros e a sociedade procura atitudes além do status. A situação está em outra forma que não conduza ao estilo de vida centrado somente na acumulação de marcas e bens de luxo. Os consumidores buscam o status de terem produtos de marcas preocupadas com o meio ambiente, que sejam menos poluentes, buscam o status da filantropia, da participação, do reconhecimento e de novas experiências.

A Trendwatching apelidou este fenômeno de STATUS SPHERES: uma variedade de estilos de vida, atividades e convicções, que podem ser misturados e acompanhados pelos consumidores procurando reconhecimento das multidões e várias cenas.

2. Premiumization

O mundo está com mais riquezas e rendimentos disponíveis, principalmente com o crescimento das classes médias na China, Índia, Rússia, África do Sul e até no Brasil. Existe dinheiro para se comprar produtos premium e há necessidade de se redefinir o que constitui o luxo. Hoje muitos tem acesso as mesmas mercadorias e mesmas marcas ditas premium, com isto, estas marcas começam a perder valor. Esperam-se bens de luxo com novas formas, custos mais elevados, idéias criativas e diferenciadas, em edições limitadas. É necessário se reavaliar o que é status e o conceito do luxo. Acredita-se que tudo pode ser “Premiunizado”. A Airbus já está fazendo cerca de 20 aviões versões VIP do A380. Alguns outros exemplos desta tendência:

cerveja  • Carlsberg 900 – lançada este ano em número muito limitado de selecionados bares de Estocolmo. Desenvolvida com a colaboração dos 12 tops bartenders da Suécia. É fabricada a partir de refinado e virgem lúpulo, selecionado malte cristal e filtrada tripla com processo de fermentação mais longo e mais frio para garantir um sabor mais puro e delicado. O preço é equivalente a de uma taça de champagne.

• Água, cerveja e até mel podem ser “premiunizados”. O sabor e a cor do mel são determinados pela fonte do néctar. O mel artesanal ganha cada vez mais força e algumas empresas já estão mostrando seus diferenciais. O Savannah Bee Company, por exemplo, vende seus potes de mel com a seguinte descrição: “Cheio de mel igualando ao trabalho da vida de duas abelhas, cada favo de mel contém o néctar concentrado de milhares de raras e remotas flores da Geórgia.”.

• Em New York, o Mercado Blue Ribbon Bakery tem instalado um mel bar, vendendo melmel bruto importado do México. O produto sazonal (leia-se: tempo limitado) tem variedades diversas enfatizando os sabores únicos de cada uma delas. A Bee Raw Honey vende conjuntos de amostras de mel, embalando-os em tubos de ensaio que são fechados com rolha e selados à mão com cera.

3. Snack Culture

Representa a esfera transitória, são os consumidores conduzidos por experiências, movidos por diversão, pela descoberta, pela luta contra o tédio, por viver uma vida transitória, libertando-se dos aborrecimentos permanente de propriedade e posses. Uma obsessão com o aqui e agora. São produtos efêmeros e acessíveis para o consumo rápido e a satisfação instantânea, como os fast foods e também utensílios menores, feitos sob medida para uma pessoa. Alguns exemplos da cultura snack:
fastlimpeza

• A Procter & Gamble’s criou a Swash uma linha de produtos para tirar manchas, amassados e cheiros das roupas, desenvolvida com foco nos estudantes universitários. Spray anti amassados, Rolo que retira pelos, cabelos, enquanto perfuma, caneta removedora de manchas, folhas pré-umedecidas que reduzem o odor e amassados em apenas 10 minutos e sprays para eliminar odores das roupas, ajudam a dar a sua roupa a aparência e cheiro de lavada, sem os gastos de tempo e dinheiro nas frequentes lavagens, além de ajudar a conservar água e energia.

wallstripjornal  • Wallstrip é um programa com ar informal que oferece aconselhamentos para os espectadores que assistem YouTube, em vez de CNBC. É onde a cultura pop se encontra com a cultura do mercado de ações. Cada dia é analisado uma empresa que esteja em alta na bolsa e tentado encontrar a explicação para esta ação estar tão bem e a tendência de crescimento dela. Os vídeos de 3 minutos são gravados em Nova York, apresentados em show online. Wallstrip foi fundada em Outubro de 2006, com o objetivo de ser tanto atrativo como sério, enquanto ensina uma nova geração de investidores a escolher as suas próprias ações. O programa foi criado por Howard Lindzon, que dirige uma empresa de investimentos e fundos no Arizona e um fundo de capital de risco em Toronto. O show foi votado um dos melhores podcasts no iTunes, e também é distribuído através vídeos em sites como Revver e YouTube. Wallstrip se encaixa perfeitamente naquilo que hoje é chamado de “snack-o-tainment”. Vídeo clips online, o iPod Nano, shows pay-per-view no iTunes, jogos e Tv em celulares. Devoramos a cultura pop da mesma forma que desfrutamos de doces e batatas fritas convenientemente embalados em pacotes pequenos, feitos para serem facilmente “mastigáveis”, com uma frequência cada vez maior e máxima velocidade.

4. Online Oxygen

No mundo online ou mundo virtual, 2.0, o status social tem a ver com quem você se conecta e quem quer se conectar com você. Ele também engloba o status pelo número de visualizações das fotos no Flickr, pelo número de amigos no Facebook ou no Orkut. Hoje os consumidores necessitam do acesso on-line tanto quanto de oxigênio. É necessário se criar acesso na web para produtos e marcas disponibilizando-os pelo mundo todo. É essencial melhorar a sua presença no comércio eletrônico, o pay-off será imediato. Nos E.U.A. estima-se que quase US $ 400 bilhões de vendas da loja – ou 16% do total das vendas no varejo – são diretamente influenciados pela web, através da investigação dos produtos online e compra por offline. Isto irá expandir em 17% a taxa de crescimento anual ao longo dos próximos cinco anos, resultando em mais de US $ 1 trilhão de vendas por loja 2012. Exemplos de online oxygen:

• Se houver um dispositivo que vai apresentar algumas centenas de milhões de pessoas para o mundo online, é o telefone. Esta não é uma nova visão e nem vai acontecer da noite para o dia em 2008, mas considere o seguinte:
• Neste momento, há 2,7 mil milhões de celulares em uso.
• O número de usuários de celulares no mundo deverá crescer para cerca de 3,3 bilhões em 2011. A região Ásia-Pacífico é esperada que represente 47,9% do volume global de assinantes até 2011.
• Em nível mundial, cerca de 1 em cada 3 assinantes irá utilizar uma conexão de banda larga móvel em 2012. Isto irá representar mais de 1 bilhão de usuários.
(Fontes: Juniper, EITO, MIC, Estratégia Analytics.)

• Autonet Mobile é um serviço de Internet sem fio desenhado para manter a conectividade sem falhas enquanto estiver dirigindo. O serviço transforma o carro em umauto-wifi hotspot wifi, permitindo que várias pessoas conectem seus próprios computadores wifi à internet. Autonet funciona com celulares 3G e 2.5G. Os usuários simplesmente encaixam o router no acendedor de cigarro do seu carro, conecta o dispositivo wifi e navega na internet. Autonet Mobile afirma ser eficaz em mais de 95% das estradas dos E.U.A. Avis é o primeiro cliente corporativo da Autonet, chamando o serviço de Avis Connect e já está disponível atualmente em San Francisco, Las Vegas, Newark, New York LaGuardia, Chicago O’Hare e Chicago Midway, Dallas / Ft. Worth, Miami, West Palm Beach e Ft. Lauderdale aeroportos, bem como no escritório da Avis de São Francisco. O custo do serviço é Avis Connect 10,95 dólares por dia. Para usuários individuais, o equipamento vai custar US $ 399 mais custos mensais.

5. Eco-Iconic

O meio ambiente já está na mente de muitos e milhares de consumidores já tem esta consciência e consumem de forma mais ecológica. Já estão elogiando e reconhecendo os produtos ecológicos e os designs dos produtos e as marcas das eco-empresas ganham cada vez mais espaço. Ainda apontam as questões poluentes dos concorrentes. Hoje bens e serviços amigavelmente ecológicos ajudam seus proprietários a desenvolver esta eco-consciência. Alguns produtos da esfera eco:

eco-car
• Mitsubishi I é um veículo elétrico eco-iconic, tem baixa emissão de poluentes, é econômico, tem aparência agradável e alegre, é rápido, com design futurista que busca trazer marcas e sentimentos avançados de tecnologia ambiental e paz de espírito. Além disto, utiliza resina vegetal em alguns componentes do seu interior.

 

buildingeco

 

• O Bahrain World Trade Center é o primeiro prédio comercial no mundo a incorporar em larga escala turbinas eólicas na sua concepção, aproveitando a energia eólica. Tem três enormes turbinas eólicas que medem 29 metros de diâmetro, que são apoiadas em pontes entre as duas torres do BWTC. A própria estrutura das torres, sua posição e design aerodinâmico criam um funil que canaliza diretamente para a zona das turbinas a brisa existente na costa do Golfo ajudando a gerar uma maior eficiência energética.

 

6. Brand Butlers

Quem hoje é de um alto perfil bilionário que não está profundamente disposto a fazer doações. Pode ser através de suas riquezas, de seu tempo ou partilhando sua criação com estranhos. As marcas, ao invés de bombardearem os clientes com propagandas, estão oferecendo um serviço ao consumidor, auxiliando-os de forma relevante. Estão criando serviços realmente úteis e proporcionando experiências ao consumidor. A valorização está no autêntico, no prático, no exclusivo, em algo que torne a vida mais conveniente economizando o pouco tempo livre que se tem. Segundo a Trendwatching, precisamos lembrar que ao dar estamos recebendo. Se uma marca de fraldas ou de comida de bebê abrisse, em shoppings e aeroportos, uma área de descanso com facilidades como fraldário e microondas proporcionaria conforto e conhecimento de marca aos usuários. Alguns exemplos de Brand Butlers:

wranglerevento    • Durante um festival de música – Lowlands – a marca de jeans Wrangler ofereceu ao público um serviço de lavanderia em uma área de 18 metros de extensão por 9 metros de altura. A Wrangler Laundromat foi a sensação do festival, difícil de esquecer. As pessoas deixavam suas roupas para lavar e recebiam uma mensagem de texto quando as mesmas estivessem prontas. A Wrangler distribuiu macacões para as pessoas poderem deixar suas roupas na lavanderia. Este foi um exercício experimental de marketing que surpreendeu e encantou os consumidores de um modo que nenhum anúncio de revista ou TV poderia fazer.

• A cadeia de hoteis Le Méridien é o próprio marketing como destino para os entusiastas de arte. Como parte de seu programa de “Arte de Desbloqueio”, possui acordos com instituições culturais contemporâneas que permitem aos hóspedes do hotel a livre entrada em exposições especiais apresentando o cartão do quarto que tem um design artístico. A idéia é que cada hotel Méridien no mundo tenha uma parceria com as principais instituições culturais.

• Austrian Airlines oferece aos seus passageiros entradas gratuitas para instituições culturais em Viena com o seu cartão de embarque. Os passageiros que viajam com a companhia aérea poderão manter o canhoto do cartão de embarque usado (junto com uma identidade com foto) para a livre entrada em cinco museus de Viena.

7. Make it Yourself

Especialmente para os consumidores mais jovens a participação é o novo consumo. Não é de admirar que esteja se tornando cada vez mais importante aprimorar a capacidade criadora. Durante anos se falou na geração C que representava “conteúdo”. É uma tendência dominante, com milhões de consumidores exibindo suas empreitadas criativas online e outros tantos usufruindo os frutos de sua criatividade. O conteúdo gerado pelos usuários, ao menos no mundo online, evoluiu de um hobby adolescente para um competidor quase em pé de igualdade com empresas estabelecidas. A criatividade virtual conseguiu atrair grandes audiências e pode-se ganhar muito dinheiro com ela. Atualmente os consumidores estão sendo capazes de criar qualquer coisa que queiram, desde que seja digital, e de customizar e personalizar muitos bens físicos. A próxima fronteira será projetar digitalmente produtos e transformá-los em bens físicos reais. De fato, espera-se que as apostas em MIY e SIY (Make It Yourself e Sell It Yourself) se tornem cada vez mais sofisticadas.

• Uma empresa da Nova Zelândia chamada Ponoko está oferecendo aos consumidores uma nova maneira de transformar suas idéias criativas em objetos do mundo real. Após carregar seu próprio design para o site ou selecionar um desenho livre, os usuários podem escolher entre uma variedade de materiais. Além de oferecer acesso às ferramentas profissionais para fabricar produtos, Ponoko também ajuda os usuários a introduzir os seus produtos no mercado. Depois que eles estão prontos para venda, os membros podem ponokoadicionar fotos dos seus produtos a sua página, juntamente com uma descrição e informações sobre preços. Os produtos podem ser entregues ao designer para montagem antes de serem enviados aos clientes ou enviados diretamente para o cliente final para a ele mesmo montar.

Assim como tem sido uma plataforma de fabricação, Ponoko também serve como uma comunidade onde fabricantes de uma única vez ou não regulares e designers possam trocar idéias e ajudar a resolver os problemas uns dos outros. A meta principal, segundo a Ponoko, está em ser um catalisador que ajuda a trazer a fabricação pessoal de produtos individualizados para as massas.

3d    • A impressora Desktop Factory 3D, com um preço de tabela de US $ 4.995,00, usa uma fonte de luz halogênia e um tambor de tecnologia de impressão para construir peças robustas de uma composição de plástico em pó, camada por camada. Desktop Factory prevê que, dentro de três anos, as impressoras Desktop Factory 3D serão acessíveis para uso doméstico.

Não estamos dizendo que a cada consumidor vai projetar e fabricar seu próprio mobiliário ou eletrodoméstico. O MIY irá permitir que aqueles consumidores que sintam que esta pode ser uma oportunidade, ignorem os meios tradicionais das empresas. No futuro as informações irão direcionar as implicações do que esta escolha – ser capaz de consumir o preparado na hora ou criar suas próprias versões de tudo o que quiser – irá significar para o comportamento e as expectativas das gerações mais jovens.

 

8. Crowd Mining

O destaque em 2008 vai passar de apenas atingir as massas para a mineração destas multidões em diamantes lapidados. Garimpar nas multidões é conseguir dos consumidores a co-criação, o co-financiamento, a co-compra, a co-concepção, a co-gestão, qualquer coisa que organize as pessoas de forma a elaborar e construir produtos em colaboração. Como fazer isso? Encha-os com amor, respeito e um monte de dinheiro. Exemplos:

• Netflix, o site de aluguel de DVD, está oferecendo um Grande Prêmio de US $ 1 milhão para a pessoa que conseguirem melhorar substancialmente a precisão das previsões sobre o quanto alguém vai amar um filme baseado em suas preferências. A pessoa deve compartilhar o seu método e descrever como você fez isso. Para manter as coisas transparentes, os progressos podem ser monitorados em um quadro online. Até o momento, mais de 27.000 participantes de 161 países submeteram suas suposições.

• O Google está desenvolvendo o Androide: a primeira completamente, aberta e lmobileivre plataforma móvel. Para apoiar a busca de aplicativos que surpreendam e encantem os usuários de celular, a ser criado por desenvolvedores ao redor do mundo, a Google lançou o Desafio de Desenvolvimento Androide que irá proporcionar US$ 10 milhões em prêmios para aplicações inovadoras. A primeira parte do desafio vai premiar 50 cadastros com US$ 25.000,00 para financiar o desenvolvimento (as inscrições eram aceitas de 2 de Janeiro a 3 de março de 2008). Aqueles selecionados serão então elegíveis para um maior reconhecimento através de dez US$ 275.000,00 em prêmios e dez US$ 100.000,00 em prêmios.

Agora que você já sabe as principais tendências de 2008 analise o que pode ser feito com seus atuais produtos e experiências para satisfazer um público muito diversificado e cada vez mais seguidor de status. Saia do foco dos produtos tradicionais e tenha pelo menos um produto prêmio ou uma inovação eco-icônico ou a introdução de um conceito MIY (faça você mesmo) ou campanhas de propaganda que realmente acrescentem algo de real valor ao seu produto ou qualquer uma destas tendências de mercado. Contudo, é importante salientar que não podemos assumir que uma certa tendência irá afetar a todos os consumidores. Pense nas oportunidades e desafios em aplicá-las de acordo com a visão da sua empresa, adicionando algo de novo em produtos, serviços ou experiências e buscando trazer benefícios para os seus consumidores.

Fonte: Trendwatching 2008 Trend Report

*Formada em Relações Públicas (UFRGS), pós em Marketing – FGV/POA, MBA em Gestão do Varejo FGV/SP – In Company, MBA em Gestão Empresarial e Marketing de Serviços – ESPM/POA –  alineautran@ideiamais.com.br